banner imprensa

“O PARADIGMA DA ABUNDÂNCIA” SERÁ ABORDADO NO PRÓXIMO ENCONTRO DE BIODANZA NA CASA DE CLÁUDIO DE SOUZA

Lucília Rugani, no próximo dia 30, das 17:30 às 19:30, realizará mais um encontro de Biodanza na Casa de Cláudio de Souza, seccional do Museu Imperial. Na ocasião, a professora abordará o tema "o paradigma da abundância". Todos poderão participar gratuitamente, independentemente da idade.

Como o nome explica, Biodanza é “a dança da vida”. Toma-se como dança o conceito de Roger Garaudy (filósofo francês) que a define como “qualquer movimento natural e expressivo”. Os benefícios da prática regular são diversos, possibilitando o desbloqueio dos potenciais de criatividade, afetividade resgatando o prazer pela vida.

As aulas de Biodanza são divididas em duas partes: a primeira é uma roda de conversas, e a segunda é destinada às vivências em um ambiente afetivo, onde o grupo experimenta momentos de alegria e integração consigo, com os outros e com o universo que o envolve.

Lucília explica que a Biodanza é um sistema de vivências integradoras que conjuga a música, a emoção e o movimento pleno de sentido. A profissional complementa que o participante do grupo é convidado a “dançar a sua vida” através de pautas de movimentos coletivos. No encontro do dia 30 será proposta uma reflexão sobre o paradigma da abundância, mostrando uma visão positiva das relações sociais e os modelos que acarretam mudanças de comportamento.

SOBRE A PROFESSORA: Lucília Rugani Ribeiro de Castro tem formação acadêmica em Pedagogia e Psicopedagogia – Master School na Universidade São Marcos, formação em Biodanza na Escola  Rolando Toro Zona Sul de São Paulo e Educação Biocêntrica na Universidade Biocêntrica – Ceará.

divulgação abundância final 1